Pinguim-imperador
    Animais     Aves     Pinguins     Pinguim-imperador
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins
   Os pinguins
   A caminhada dos pinguins
   Características dos pinguins
   Espécies de pinguins
   Pinguim-de-Magalhães
   Pinguim-imperador
   Pinguim-rei

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Pinguim-imperador
88
O pinguim-imperador é a maior espécie de pinguins que existe. O seu peso em adulto ronda os 30 a 40 kg e o seu tamanho entre os 110 e os 115 centímetros. Vivem no continente antárctico.

Têm a cabeça e o pescoço (na parte anterior) de cor preto, enquanto a parte da frente do pescoço é de cor branca alaranjada. O seu bico é forte e fino, ligeiramente curvado até abaixo. Alcançam a maturidade sexual a partir dos quatro anos de idade e em média vivem 18 a 20 anos.

A sua alimentação baseia-se em pequenos peixes, crustáceos e lulas, como todas as outras espécies de pinguins. Nas épocas de acasalamento, os pinguins-imperador procuram o seu par do ano anterior. Apenas em casa de não a encontrarem, normalmente devido à morte desta, procuram outra fêmea. Por vezes acontece que um pinguim macho encontra uma fêmea que está livre por não encontrar o seu par anterior, mas se este aparecer, o terceiro tem de ir-se embora e procurar uma nova fêmea.

Pinguim-imperador

Apesar de serem pares estáveis ao longo dos anos, isto não evita que o ritual de acasalamento e coteja não se leve a cabo. Os lugares onde procriam podem ser perto do mar ou inclusive a 90 km no interior do continente. A fêmea põe um ovo de passa imediatamente ao macho para que ele o incube. A incubação dura dois meses em que o macho não se alimenta, apenas dorme e cuida do ovo. Nesse período, o macho pode chegar a perder até metade do seu peso.

É uma altura difícil pois no Inverno antárctico há noites que chegam ter mais de 20 horas de escuridão e frio. Nesse período, a fêmea regressa para procurar alimentos no mar. Os pinguins-imperador podem submergir-se a mais de 300 metros de profundidade e permanecer mergulhando até 20 minutos. Um dos predadores no mar é as orcas e os leões-marinhos.

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   aves, pinguim-imperador, pinguins
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso