Os pinguins
    Animais     Aves     Pinguins     Os pinguins
 
   Cães
   Cães
   Raças de cães
   Cuidados e alimentação

   Gatos
   Os gatos
   Raças de gatos

   Cavalos
   Os cavalos
   Raças de cavalos

   Mamíferos
   Coelhos
   Elefantes
   Esquilos
   Hamsters
   Lobos
   Macacos
   Morcegos
   Ursos

   Mamíferos marinhos
   Baleias
   Focas
   Golfinhos
   Orcas

   Felinos
   Leões
   Leopardos
   Linces
   Tigres

   Répteis
   Crocodilos
   Iguanas
   Serpentes
   Tartarugas

   Mundo marinho
   Peixes
   Tubarões

   Aves
   Águias
   Pássaros
   Pinguins
   Os pinguins
   A caminhada dos pinguins
   Características dos pinguins
   Espécies de pinguins
   Pinguim-de-Magalhães
   Pinguim-imperador
   Pinguim-rei

   Insectos
   Borboletas
   Formigas

   Animais
   Animais famosos
   Cuidados de animais
   Curiosidades sobre animais

   Imagens
   Desenhos
   Fotos
   Fundos de Ecrã
   Imagens graciosas
   Gifs animados


Os pinguins
48

Os pinguinsOs pinguins da ordem dos Sphenisciformes, pertencem à família dos Spheniscidae e são aves marinhas. Estes animais vivem exclusivamente no hemisfério sul e podem ser encontrados na Antárctica e em todas as ilhas subantárcticas do oceano pacifico, atlântico e do indico, como também Austrália e sul da África. Os pinguins não são pássaros, mas são aves não voadoras que possuem penas. Alguns passam mais de metade do tempo da sua vida no oceano.

As 17 espécies de pinguins que existem evoluíram a partir de aves semelhantes. As diferentes espécies variam principalmente em relação ao tamanho. Assim, existe o pinguim mais pequeno (pequeno anão ou azul) que tem cerca de 40 centímetros de altura e o maior pinguim, o pinguim imperador, com uns 115 centímetros de altura.

Entre as suas características físicas destacamos que as cores predominantes são o branco na parte da frente, e preto ou cinzento-escuro na parte de trás. O seu corpo está completamente recoberto de grandes penas, finas e firmes e as suas asas são muito pequenas, que utilizam para nadar.

Têm o pescoço e a cauda curta e o seu bico é forte. A sua posição habitual é a na vertical, graças aos seus pés planos. Estão perfeitamente adaptados ao frio das águas geladas da Antárctida, em parte devido a uma grossa chamada de gordura que os protege do frio e lhes serve também com uma reserva de frio. Esta camada de gordura provocou com que muitos pinguins morressem nas mãos de marinheiros que matavam baleias para obter a gordura animal.

Felizmente, podemos dizer que esta situação já não ocorre. Esta mesma gordura acumulada fá-los flutuar na água e em contra medida, os pinguins têm os ossos muito sólidos e duros, o que faz com que pesem mais e possam manter-se debaixo de água mais facilmente.

Algumas espécies de pinguins passam a maior parte do tempo nadando ou submergindo nos oceanos, distantes da terra firme, o que dificultou o estudo destes animais. Os melhores momentos para observar os pinguins são na temporada das crias, visto que é em terra onde passam grande parte do seu tempo e também na mudança das penas. Os pinguins são aves predadoras que basicamente alimentam-se de pequenos peixes, polvos e krill (crustáceo muito pequeno, base alimentar para o ecossistema antárctico).

Imprimir artigo Enviar artigo
Tags:   aves, pinguins
Contacto MundoEntrePatas.com. O teu portal sobre os animais: cães, gatos, esquilos, coelhos, hamsters...
Condições de uso